O direito de escolher o próprio final feliz

Geni Souza (*)

Depois do susto e da emoção com o convite da Helena Gomes para participar da coleção Contos e Contadoras, veio o momento de criar o segundo volume, Princesas, bruxas e uma sardinha na brasa – Contos de fadas para pensar sobre o papel da mulher, que escrevemos juntas. A proposta era reunir neste livro nossas adaptações de contos de fadas que tivessem elementos para o leitor refletir sobre a situação da mulher.
Durante o processo de criação, por muitas vezes pude perceber que até eu mesma caía em armadilhas de estereótipos ou características de personagens já estabelecidos. Sempre gostei de escrever e reescrever, mas nunca tive antes esse contato com a realidade através dos contos de fadas. As histórias estavam ali, por inteiro, e eu achando que não tinha mais nada para falar sobre o assunto. Mas tinha! E como tem!

Continuar lendo

Anúncios

Uma sardinha na brasa

Tutelada pelos homens através dos tempos, a mulher ainda hoje luta para reafirmar sua liberdade, apesar das conquistas obtidas nas últimas décadas. Em várias situações, sofre preconceitos e é vítima de violência simplesmente por ser mulher.
Nos contos de fadas, ela é a filha obediente ao pai, a esposa que nem sempre pode escolher o marido, a mãe sofredora, a madrasta malvada, a avó bondosa… Ou ainda a detentora de poderes mágicos que podem ser usados tanto para o bem quanto para o mal.

Princesas, bruxas e uma sardinha na brasa_CAPA1
O livro “Princesas, bruxas e uma sardinha na brasa”, escrito por mim e por Geni Souza, reconta textos que mergulham no universo feminino. Segundo volume da coleção “Contos e Contadoras”, da editora Biruta, traz uma ótima oportunidade para refletirmos sobre os vários papéis da mulher na sociedade, seus questionamentos e, principalmente, a busca por sua identidade como ser humano.

Continuar lendo